Mineirão é o primeiro estádio do Brasil a receber premiação máxima em sustentabilidade

Mineirão  é o primeiro estádio brasileiro e o segundo do mundo a conquistar o selo Platinum, categoria máxima de certificação ambiental Leedership in Energy and Environmental Design (LEED), concedida pela norte-americana Green Building Council Institute (GBCI), uma das instituições ambientais mais importantes do planeta. A premiação é resultado de ações ambientalmente sustentáveis implementadas nas obras de reforma da nova arena.

O estádio conquistou 81 dos 110 pontos para a concessão do selo máximo e se destacou em diversos quesitos, como eficiência da água (10 em 10 pontos) e Energia e Atmosfera (32 em 35 pontos).

“A conquista da certificação é fruto de um trabalho rigoroso desenvolvido desde o momento da concepção do novo estádio, em que as responsabilidades ambientais, sociais e financeiras foram devidamente planejadas e, agora, reconhecidas”, destaca Tiago Lacerda, secretário de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais (Setes).

Ações sustentáveis

Vários procedimentos de sustentabilidade foram adotadas no período de reforma do Mineirão. Uma delas foi o sistema de lavagem dos pneus dos veículos que transitaram pelo canteiro de obras para diminuir sujeira e poeira nas vias públicas. A água usada nesta ação foi captada por calhas e destinada para um sistema de tratamento, sendo tratada e bombeada para uma caixa d’água, voltando a abastecer o sistema de lavagem. A prática gerou economia de aproximadamente 18 mil litros de água por dia e cerca de R$ 500 mil.

Outro importante exemplo foi o reaproveitamento de 90% dos resíduos gerados com a reforma do estádio. O concreto demolido foi transformado em brita para ser utilizado na pavimentação de ruas de Vespasiano, município da Região Metropolitana de Belo Horizonte. A terra foi utilizada no aterro do Boulevard Arrudas, no centro da capital. Já os antigos assentos também receberam destinação ecológica, sendo doados a estádios e outros espaços esportivos de Minas Gerais.

Com relação ao emprego de energia limpa dentro do Mineirão, a Usina Solar Fotovoltaica (USF) do estádio é outro exemplo de pioneirismo ambiental. Pela primeira vez, um jogo de Copa do Mundo foi disputado num estádio com usina solar em funcionamento. No dia 17 de junho, a Colômbia venceu a Grécia por 3 a 0. Desde o dia 25 de abril, a USF do estádio injeta mais de 1 MW de energia no sistema de distribuição da Cemig, o suficiente para abastecer cerca de 1.200 residências.

Fonte: http://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/especiais/copa-do-mundo-2014/noticias/2014/06/30/interna-noticia,287690/mineirao-e-o-primeiro-estadio-do-brasil-a-receber-premiacao-maxima-em-sustentabilidade.shtml

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
×

Tudo bem?

Clique no Profissional abaixo para conversar conosco.

×