JÁ SOU CLIENTE

Fale conosco

JÁ SOU CLIENTE

Certificação IRMA: padrão internacional para a mineração responsável

O que é a Certificação IRMA

Índice deste artigo:

A Certificação IRMA já é meta para muitas empresas que atuam no setor da Mineração. Você a conhece e sabe como ela atua para o estabelecimento de requisitos de desempenho de liderança para práticas ambientalmente e socialmente responsáveis?

Hoje, vamos ter uma boa conversa sobre esse tema e explicaremos o que é a IRMA, seus padrões e requisitos e o processo de certificação. Venha conosco.

Breve histórico

Em 2006, uma coalizão (organizações não governamentais, empresas que compram minerais e metais para revenda em outros produtos, comunidades afetadas, mineradoras e sindicatos) fundou a Initiative for Responsible Mining Assurance (IRMA) – Inciativa para a Garantia de Mineração Responsável.

Posicionando-se como uma liderança igualitária e multistakeholder, a IRMA é regida por um Conselho de Administração com dois representantes de seis setores da mineração, incluindo empresas de mineração, empresas que compram materiais extraídos para fabricar outros produtos, organizações não-governamentais, comunidades afetadas, trabalho organizado, investimento e finanças.

Para se alcançar o equilíbrio nessa representação, a IRMA usa de mecanismos variados em suas deliberações e tomadas de decisão tais a própria composição do Conselho de Administração, comitês e grupos de trabalho que levam suas recomendações ao Conselho. Interessante destacar que, em caso de votações, dois votos “não” do mesmo setor significa que o tópico não pode ser aprovado se um dos grupos de partes interessadas for fundamentalmente contrário.

Cenário atual

O cenário atual oferece mostras contundentes de como é imperativo que as empresas adotem critérios ESG em suas práticas. Dessa maneira, tendo em vista a pressão do mercado consumidor, empresas de eletrônicos, construção, joias, automóveis etc. querem assegurarem-se de que os minerais que compram são extraídos de forma responsável. 

Elas sabem que a sociedade civil e as comunidades são, cada vez mais, exigentes quanto à adesão de um sistema de padrões que seja abrangente, robusto e responsável por todas as partes interessadas afetadas em áreas de mineração.

Dessa forma, a IRMA busca impulsionar mudanças positivas na mineração em escala industrial e oferece a única certificação terceirizada de minas em escala industrial para todos os materiais minerados que é governado equitativamente pelo setor privado, comunidades locais, sociedade civil e trabalhadores. 

Trata-se, então, do padrão mais abrangente que está disponível para minas em todo o mundo.

A Certificação IRMA

A IRMA estabelece como abordagem para mineração responsável certificar o desempenho social e ambiental em locais de minas globalmente, usando um padrão reconhecido internacionalmente, desenvolvido em consulta com uma abrangente cadeia, envolvendo todas as partes interessadas.

A Certificação IRMA categoriza seus requisitos em quatro eixos:

1 – Integridade nos negócios

  • Conformidade legal
  • Envolvimento da comunidade e das partes interessadas
  • Direitos humanos e due diligence
  • Mecanismos de reclamações e reclamações e acesso a soluções
  • Transparência nos pagamentos de receitas das empresas aos governos

2 – Planejamento para Legados Positivos

  • Impacto ambiental e social, avaliação e gestão
  • Consentimento Livre, Prévio e Informado
  • Obter apoio da comunidade e entregar benefícios
  • Reassentamento
  • Preparação e resposta a emergências
  • Planejamento e financiamento de recuperação e fechamento

3 – Responsabilidade social

  • Trabalho justo e termos de trabalho
  • Saúde e segurança Ocupacional
  • Saúde e segurança da comunidade
  • Mineração e áreas afetadas por conflitos ou áreas de alto risco
  • Medidas de segurança
  • Mineração artesanal e de pequena escala
  • Herança cultural

4 – Responsabilidade ambiental

  • Gestão de resíduos e materiais
  • Gerência de água
  • Qualidade do ar
  • Ruído e vibração
  • Emissão de gases de efeito estufa
  • Biodiversidade, serviços ecossistêmicos e áreas protegidas
  • gerenciamento de cianeto
  • gerenciamento de mercúrio

A IRMA verifica o desempenho das minas e fundamenta-se em pontos importantes para firmar-se como um Padrão para a Mineração Responsável. Entre eles, destacamos:

  • É o local da mina que recebe a certificação.
  • Usa uma abordagem passo a passo: começando com a autoavaliação e seguida pela verificação independente de terceiros e relatórios públicos sobre o desempenho.
  • Realiza auditorias robustas e independentes, incluindo revisão documental e visitas in loco a todas as minas que solicitam avaliação, bem como o envolvimento das partes interessadas na verificação no processo de verificação.
  • Descreve as ‘melhores práticas’ para minas e incentiva minas de qualquer nível a participarem e serem reconhecidas por melhorarem continuamente. Não se trata, portanto de um sistema de certificação aprovado/reprovado e para isso há níveis de realização da IRMA.

Níveis de realização para a Certificação IRMA

Para iniciar no processo Certificação IRMA, todas as minas interessadas começam por uma autoavaliação. É somente por meio de uma avaliação independente de terceiros e da publicação dos resultados da auditoria que a realização é reconhecida pelo IRMA.

Existem quatro níveis de realização no sistema IRMA: IRMA Transparency, IRMA 50, IRMA 75 e IRMA 100.

  • O nível Transparency exige apenas que as minas sejam auditadas por um organismo de certificação IRMA aprovado e divulguem seus resultados publicamente.
  • Os níveis IRMA 50, IRMA 75 e IRMA 100 refletem níveis cada vez mais altos de desempenho nas quatro seções do Padrão IRMA e as minas também devem atender a um conjunto de requisitos críticos.
  • Os níveis IRMA 50 e IRMA 75 permitem algumas não conformidades menores desde que haja um plano de ação corretiva para atingir a conformidade total dentro de 18 meses. 
  • Para atingir o IRMA 100, todos os requisitos críticos devem ser totalmente atendidos.

⚠️ Confira também estes artigos relacionados 👇

➡️ Sustentabilidade: quais são os principais tipos e a importância para as empresas
➡️ Meio Ambiente, ESG e a Sociedade Pós-digital: reflexões necessárias sobre nosso futuro
➡️ Acesse gratuitamente o Calendário Ambiental deste ano

Certificação IRMA e os ODSs

Buscar a Certificação IRMA é também uma maneira de contribuir para que os ODSs sejam alcançados.

A implementação do Padrão IRMA para Mineração Responsável contribui para todos os ODSs. Contudo, dos 17 ODSs, o padrão IRMA está altamente alinhado com sete:

ODS 3:

As empresas de mineração devem promover a saúde e o bem-estar das comunidades e tomar medidas para prevenir e erradicar a propagação de doenças. Isso é realizado por meio de uma variedade de mecanismos exigidos pelo Padrão IRMA tais como avaliação de impacto ambiental e social e planos de gerenciamento de impacto relacionados; sistemas de gerenciamento de saúde e segurança – tanto na empresa quanto na comunidade; gestão responsável de resíduos de minas; monitoramento e gerenciamento dos impactos de um projeto na qualidade e quantidade da água.

ODS 5:

O Padrão exorta as empresas a obterem e manterem amplo apoio da comunidade para projetos de mineração, com base em contribuições significativas de todos os membros afetados da comunidade, incluindo mulheres. A Norma exige que as empresas operadoras tomem medidas para prevenir e lidar com assédio, intimidação e/ou exploração, especialmente em relação às trabalhadoras. As empresas operadoras também são obrigadas a fornecerem licença-maternidade; onde não há lei nacional nem acordo coletivo de trabalho, a licença de maternidade não deve ser inferior a 14 semanas.

ODS 6:

O Padrão IRMA inclui requisitos extensivos em relação à qualidade da água e saneamento. Os requisitos incluem, mas não estão limitados à avaliação de impacto ambiental e social e planos de gestão relacionados; identificação de usuários de água, detentores de direitos sobre a água e outras partes interessadas potencialmente afetadas pelas práticas de gestão de água de minas; colaboração com as partes interessadas relevantes para identificar os usos atuais e futuros da água em nível local e regional que podem ser afetados pelas práticas de gestão de água da mina; e planos de fechamento de minas que incluam requisitos abrangentes para evitar a degradação dos recursos hídricos e para manter a gestão da água, tratamento de água e estabilização geotécnica do local da mina e do local de estéril, com garantia financeira adequada.

O Padrão IRMA também exige que as empresas operadoras implementem as melhores práticas de métodos de gerenciamento de água e resíduos para evitar o tratamento de longo prazo. Quando for tomada a decisão de prosseguir com o tratamento de água a longo prazo, a empresa operadora deve envidar todos os esforços possíveis para minimizar o volume de água a ser tratado.

ODS 8:

O Padrão IRMA incorpora requisitos extensos para direitos trabalhistas, incluindo os direitos dos trabalhadores à liberdade de associação e negociação coletiva e exige que as empresas de mineração paguem um salário digno ou melhor. Além disso, a Norma exige que crianças (pessoas com menos de 18 anos) não sejam contratadas para trabalhos perigosos e estabelece um requisito de idade mínima de 15 anos para trabalhos não perigosos. A Norma proíbe expressamente o emprego de trabalho forçado ou a participação no tráfico humano.

ODS 15:

A Norma exige que as empresas operadoras preparem um plano de recuperação e fechamento que demonstre como as áreas afetadas serão devolvidas a uma paisagem estável com um uso final acordado após a mineração. Entre outros requisitos mínimos, o plano de recuperação e fechamento deve incluir a estabilização e topografia final dos terrenos recuperados da mina; recuperação da camada superficial do solo na medida do possível; e armazenamento do solo superficial de forma a preservar sua capacidade de suportar a regeneração da planta.

Ao abordar a revegetação e restauração ecológica conforme exigido no Padrão IRMA, as empresas devem priorizar as espécies nativas conforme apropriado para o uso acordado da terra pós-mina e fornecer padrões quantitativos de revegetação com medidas claras a serem implementadas se os padrões não forem cumpridos dentro de um prazo especificado. As empresas também devem definir um período definido, não superior a 10 anos, quando as tarefas de revegetação planejadas devem ser concluídas; medidas de controle de ervas daninhas nocivas; e atividades planejadas para restaurar habitats naturais, bem como a biodiversidade, serviços ecossistêmicos e outros valores de conservação.

O padrão IRMA fornece requisitos extensos relacionados a esta meta. Entre eles, destacamos que a Norma proíbe a contratação de crianças para trabalhos perigosos e a contratação de menores de 15 anos para trabalhos não perigosos. Também proíbe o emprego de trabalho forçado e a participação no tráfico humano.

rocha cerqueira

Um ponto de destaque para as empresas sediadas no Brasil: a Legislação Brasileira proíbe expressamente o trabalho infantil tanto para trabalhos periogosos quanto para trabalhos não periogosos.

A Norma exige que as empresas de mineração adotem um compromisso político que reconheça sua responsabilidade de respeitar todos os direitos humanos reconhecidos internacionalmente. Também inclui requisitos detalhados sobre o respeito pelos direitos humanos no desenvolvimento e implementação de medidas de segurança. A Norma detalha os requisitos para seguir as melhores práticas internacionais ao operar em áreas afetadas por conflitos ou de alto risco.

Engajamento público inclusivo e processos participativos

As empresas devem estabelecer o engajamento público inclusivo e processos participativos, os quais contribuem para sociedades pacíficas e inclusivas. Em minas novas e existentes, a mineradora deve obter o Consentimento Livre, Prévio e Informado (FPIC) dos Povos Indígenas para mudanças propostas nas atividades relacionadas à mineração que possam resultar em impactos novos ou maiores nos direitos ou interesses dos Povos Indígenas. 

A mineradoras também devem obter e manter amplo apoio da comunidade, determinado com base na oportunidade de contribuição significativa de todos os membros da comunidade potencialmente afetados, incluindo mulheres, grupos vulneráveis ​​e membros marginalizados da comunidade, antes de qualquer decisão ou resolução.

Além disso, as empresas operadoras devem desenvolver procedimentos de reclamações e reclamações culturalmente apropriados, alinhados com os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos da ONU, incluindo a necessidade de o mecanismo ser:

  1. Legítimo,
  2. Acessível,
  3. Previsível,
  4. Equitativo,
  5. Transparente,
  6. Compatível com direitos,
  7. Uma fonte de aprendizado contínuo e
  8. Baseado no engajamento e no diálogo.

ODS 16:

O Padrão IRMA é particularmente focado nos impactos da mineração nas comunidades afetadas e no meio ambiente onde a mina opera. O Padrão também inclui requisitos abrangentes para engajamento e colaboração com as comunidades afetadas, bem como desenvolvimento e implementação de planos para compartilhar benefícios com as comunidades. 

Além disso, a Norma exige que as empresas operacionais colaborem com as partes interessadas relevantes para identificar os usos futuros atuais e potenciais da água em nível local e regional que podem ser afetados pelas práticas de gerenciamento de água da mina e para identificar e abordar desafios e oportunidades compartilhados de água no nível local e regional.

Por onde começar para alcançar a Certificação IRMA

Se você está procurando obter a certificação IRMA para sua empresa, o primeiro passo é analisar o Índice de Conformidade Legal. Saber quais são requisitos legais e evidenciar o seu atendimento é fundamental para iniciar a busca pela Certificação IRMA.

No entanto, alcançar a certificação IRMA pode ser um desafio, especialmente quando se trata de cumprir os requisitos legais e regulamentares que a empresa precisa atender. Dessa forma, um sistema de gerenciamento de requisitos legais pode ser uma ferramenta valiosa.

Gestão de Requisitos Legais

Se você está procurando alcançar a Certificação IRMA para sua empresa, o primeiro passo é essencial: analisar o Índice de Conformidade Legal. Saber quais são os requisitos legais e demonstrar seu cumprimento é fundamental para dar início à busca pela Certificação IRMA.

Mas sabemos que esse processo pode ser desafiador, especialmente quando se trata de cumprir todos os requisitos legais e regulamentares que sua empresa precisa atender. Por isso, recomendamos fortemente a implementação de um sistema de gerenciamento de requisitos legais, como o Qualifica NG.

Com essa plataforma completa e baseada na nuvem, você pode gerenciar todos os aspectos da conformidade e do gerenciamento de riscos em um só lugar. Isso inclui criar planos de ação personalizados, delegar tarefas, gerar relatórios detalhados e monitorar o andamento do projeto em tempo real.

Mas o Qualifica NG vai além disso: por meio de seus indicadores e gráficos baseados nos índices de conformidade, você terá acesso a um painel completo da situação da sua empresa em relação às práticas ESG. Isso permite que você mapeie riscos e oportunidades, identificando atividades que estejam em harmonia com a agenda estratégica da empresa e entenda o nível de maturidade e necessidades da organização.

Além disso, com o módulo exclusivo dedicado à Certificação IRMA, você pode acompanhar cada item dos quatro eixos contemplados na Certificação e avaliar informações estratégicas para tomada de decisão. A equipe de advogados com experiência em auditoria de sistemas de gestão e atuação no setor da mineração estará sempre ao seu lado para que a abordagem do Qualifica NG seja prática e robusta para qualificando as práticas da empresa em cada uma das etapas para a certificação.

Não perca mais tempo tentando gerenciar a conformidade legal e o gerenciamento de riscos de sua empresa sozinho. Invista em uma solução eficaz e completa como o Qualifica NG e comece agora mesmo a jornada para alcançar a Certificação IRMA. Clique no link abaixo e solicite uma demonstração gratuita da plataforma.

Autoavaliação

Em seguida, empresas devem realizar uma autoavaliação, usando ferramenta IRMA para preparação para auditoria do Mine Measure.

Usar essa ferramenta de preparação para auditoria para autoavaliação possibilita

  • Identificar lacunas no desempenho ambiental ou social
  • Sinalizar compradores e clientes das intenções da empresa
  • Melhorar o engajamento com as comunidades
  • Preparar-se e economizar tempo e dinheiro durante a auditoria independente

Nesse sentido, completar uma autoavaliação e compartilhar um compromisso ou resultados no Mapa de Engajamento IRMA que permite que empresas e organizações destaquem seus interesses e necessidades e aumenta a transparência no desempenho da mina.

É uma maneira poderosa de demonstrar aos interessados ​​que a mina planeja cumprir suas promessas.

Vale lembrar que não há um prazo exato para essa fase que pode ocilar de uma semana a vários meses. Tudo depende do fôlego e preparo da organização requerente para alimentar o sistema IRMA com as informações obrigatórias​.

Para concluir

Com certeza o setor de mineração pode contribuir com valor social e econômico para a sociedade por meio do envolvimento de todas as partes interessadas, incluindo as comunidades afetadas.

O setor tem dado mostras dessa possibilidade de engajamento e, por isso, também deve ter sistemas robustos que respeitem e preservem os direitos humanos e permitam um trabalho digno e seguro.

O Padrão de Mineração Responsável da IRMA pode fortalecer as práticas do setor de mineração como parte de um compromisso com a construção de cadeias de valor de mineração responsável.

Empresas já indicam, no Mapa de Engajamento, minas localizadas no Brasil que já estão trilhando os passos da Certificação IRMA.

Acreditando nesse movimento necessário e virtuoso, mais empresas podem dar esse passo essencial para garantir a evolução e a melhoria das práticas do setor de mineração.

E então o que achou da Certificação IRMA? Compartilhamos com você também o artigo que é um complemento que nos ajuda a avançar nos entendimento deste tema: Passos para a Certificação IRMA: uma escolha estratégica para Mineração Sustentável

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Solicite seu Calendário das Obrigações Ambientais

Preencha o formulário abaixo com seus dados e receba o calendário solicitado em seu endereço de e-mail.

    Possui ou busca qual(s) certificação(s)?

    Cargo/função na empresa

    Você deseja receber o Calendário de qual estado?

    Alagoas será enviado

    Bahia será enviado

    Ceará será enviado

    Espírito Santo será enviado

    Goiás será enviado

    Maranhão será enviado

    Mato Grosso será enviado

    Minas Gerais será enviado

    Pará será enviado

    Paraíba será enviado

    Pernambuco será enviado

    Rio de Janeiro será enviado

    Rio Grande do Norte será enviado

    Rio Grande do Sul será enviado

    Rondônia será enviado

    São Paulo será enviado

    Tocantins será enviado