JÁ SOU CLIENTE

Fale conosco

JÁ SOU CLIENTE

NR 20 (atualizada): o que é, quais foram as mudanças

NR 20 atualizada

Índice deste artigo:

Desde 2019, as empresas e os trabalhadores acompanham o processo de revisão das Normas Regulamentadoras – NRs – de Segurança e Saúde no Trabalho.

Neste artigo, conversaremos sobre, especificamente, a Norma Regulamentadora do Trabalho Nº 20 – NR 20.

Faremos isso, trazendo para você, uma visão global da NR20. Acompanhe:

O que é a NR 20 e quais são os seus objetivos?

A NR-20 atualizada é uma Norma Regulamentadora essencial para a segurança no ambiente de trabalho, focada em minimizar os fatores de risco associados ao manuseio de combustíveis e substâncias inflamáveis. Estabelecida pela Portaria SIT n° 787, a norma abrange uma ampla gama de atividades econômicas, sem se limitar a setores específicos, reforçando a importância da gestão da segurança e da saúde dos trabalhadores em operações que envolvem materiais potencialmente perigosos.

Seu objetivo é a prevenção e controle dos riscos no trabalho com esses produtos, desde a extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação, garantindo a segurança do trabalhador.

A NR-20 é importante para a administração da segurança do trabalho e para a prevenção de acidentes no ambiente de trabalho, visto que o contato direto ou indireto com combustíveis é um fator de risco potencial para os trabalhadores envolvidos.

O texto dessa Norma Regulamentadora traz indicações importantes relacionadas a:

  • Classificação das Instalações
  • Projeto da Instalação
  • Prontuário da Instalação
  • Análise de Riscos
  • Segurança na Construção e Montagem
  • Segurança Operacional
  • Manutenção e Inspeção das Instalações
  • Inspeção em Segurança e Saúde no Ambiente de Trabalho
  • Capacitação dos Trabalhadores
  • Controle de Fontes de Ignição
  • Prevenção e Controle de Vazamentos, Derramamentos, Incêndios, Explosões e Emissões fugitivas
  • Plano de Resposta a Emergências da Instalação
  • Comunicação de Ocorrências
  • Contratante e Contratadas
  • Critérios para Capacitação dos Trabalhadores e Conteúdo Programático
  • Tanques de Inflamáveis no Interior de Edifícios
  • Exposição Ocupacional ao Benzeno em Postos de Serviços Revendedores de Combustíveis Automotivos

Dessa maneira, todos os envolvidos – empresas e trabalhadores – devem consultá-la para conhecer e, ainda mais importante, adotar as medidas nela indicadas

Aplicações da NR 20

O texto principal da NR 20 se aplica às atividades de: 

a) extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis, nas etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção, inspeção e desativação da instalação; 

b) extração, produção, armazenamento, transferência e manuseio de líquidos combustíveis, nas etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção, inspeção e desativação da instalação.

Esta NR não se aplica:

a) às plataformas e instalações de apoio empregadas com a finalidade de exploração e produção de petróleo e gás do subsolo marinho, conforme definido na Norma Regulamentadora 37;

b) às edificações residenciais unifamiliares.

Como a NR 20 classifica as instalações?

As instalações são divididas em classes indicadas em tabela:

Classe I
a) Quanto à atividade:
a.1 – postos de serviço com inflamáveis e/ou líquidos combustíveis.
a.2 – atividades de distribuição canalizada de gases inflamáveis em instalações com Pressão Máxima de Trabalho Admissível – PMTA limitada a 18,0 kgf/cm2. 
b) Quanto à capacidade de armazenamento, de forma permanente e/ou transitória:
b.1 – gases inflamáveis: acima de 2 ton até 60 ton;
b.2 – líquidos inflamáveis e/ou combustíveis: acima de 10 m³ até 5.000 m³.
Classe II
a) Quanto à atividade:
a.1 – engarrafadoras de gases inflamáveis;
a.2 – atividades de transporte dutoviário de gases e líquidos inflamáveis e/ou combustíveis.
a.3 – atividades de distribuição canalizada de gases inflamáveis em instalações com Pressão Máxima de Trabalho Admissível – PMTA acima de 18,0 kgf/cm².
b) Quanto à capacidade de armazenamento, de forma permanente e/ou transitória:
b.1 – gases inflamáveis: acima de 60 ton até 600 ton;
b.2 – líquidos inflamáveis e/ou combustíveis: acima de 5.000 m³ até 50.000 m³.
Classe III
a) Quanto à atividade:
a.1 – refinarias;
a.2 – unidades de processamento de gás natural;
a.3 – instalações petroquímicas;
a.4 – usinas de fabricação de etanol.
b) Quanto à capacidade de armazenamento, de forma permanente e/ou transitória:
b.1 – gases inflamáveis: acima de 600 ton;
b.2 – líquidos inflamáveis e/ou combustíveis: acima de 50.000 m³. 

Observações importantes relacionadas à tabela acima:

  1. O tipo de atividade enunciada possui prioridade sobre a capacidade de armazenamento exceto quando esta for superior a 250.000 m3 (duzentos e cinquenta mil metros cúbicos) de líquidos inflamáveis e/ou combustíveis e/ou 3.000 (três mil) toneladas de gases inflamáveis. 
  2. Quando a capacidade de armazenamento da instalação se enquadrar em duas classes distintas, por armazenar líquidos inflamáveis e/ou combustíveis e gases inflamáveis, deve-se utilizar a classe de maior gradação. 
  3. Para conhecer as exceções à aplicação da Tabela I – Classificação das Instalações é preciso O consultar o Anexo II da NR 20

Qual a última atualização da NR 20?

Criada em 08 de junho de 1978, a NR 20 passou por 7 atualizações:

  • Em fevereiro de 2012  –  Portaria SIT Nº 308;
  • em julho de 2014  –  Portaria MTE Nº 1.079;
  • em julho de 2017  –  Portaria MTb Nº 872;
  • em outubro de 2018  –  Portaria MTb Nº 860;
  • em julho de 2019  –  Portaria SEPRT Nº 915;
  • em dezembro de 2019  –  Portaria SEPRT Nº1.360;
  • em outubro de 2021   –  Portaria MTP Nº 427.

A última alteração, então, se deu em 08 de outubro de 2021, quando o Ministério do Trabalho e Previdência publicou a Portaria MTP Nº 427 que transferiu o Anexo II da NR 09 – que estabelecia as medidas para Controle da Exposição Ocupacional ao Benzeno em Postos de Serviços de Combustíveis – para a NR 20, criando o novo anexo IV.

Com tal transferência, foram revogadas as Portarias MTB Nº 1.109/16, Nº 871/17 e SEPRT N º 1.358/19.

Benzeno

O Anexo IV estabelece as medidas para Controle da Exposição Ocupacional ao Benzeno em Postos de Serviços de Combustíveis.

A exposição ocupacional ao Benzeno (nocivo à saúde e cancerígeno) é considerada pela legislação brasileira como um tema bastante crítico. Em se tratando de Postos de Serviços, as discussões giram em torno dos vapores presentes nos tanques de gasolina dos postos e dos veículos que contêm benzeno e com riscos de inalação pelos frentistas. 

Além da transposição do Anexo II da NR 09 que passa a ser o anexo IV da NR 20, o último texto aprovado repete, quase que integralmente, as obrigações legais já constantes no anexo anterior. Foram realizadas apenas algumas alterações com o objetivo de harmonizar o novo texto do anexo IV da NR 20 com a nova redação da NR 01 que instituiu o GRO e o PGR.

Especialmente, no Capítulo V – ​​Treinamento e Capacitação dos Trabalhadores, restou mais clara a necessidade de se garantir aos empregados treinamento inicial prévio de 4 horas, mantendo-se a atualização do mesmo a cada 2 anos.

Postos de Serviços Revendedores de Combustíveis Automotivos – PRC

Cabe ressaltar que o anexo IV da NR 20 aplica-se exclusivamente às atividades com exposição ocupacional ao benzeno em Postos de Serviços Revendedores de Combustíveis Automotivos – PRC que foram assim definidos: “estabelecimentos localizados em terra firme que vendem, a varejo, combustíveis automotivos e abastecem tanque de consumo dos veículos automotores terrestres ou em embalagens certificadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro”.

O anexo IV da NR 20 não se aplica aos pontos de abastecimento de combustíveis, eventualmente,  existentes dentro de unidades operacionais.

Para que não restem dúvidas, trazemos o conceito de Ponto de Abastecimento extraído da ANP 15/2017: Instalação dotada de equipamentos e sistemas destinados ao armazenamento de combustíveis, com registrador de volume apropriado para o abastecimento de equipamentos móveis, veículos automotores terrestres, aeronaves, embarcações ou locomotivas.

Vale acrescentar o item 9.2, abaixo transcrito, que entrará em vigor apenas em 21 de setembro de 2023; confira:

9.2 Os PRC em operação e que já possuem tanques de armazenamento com viabilidade técnica para instalação de sistemas de medição eletrônica devem instalar 9.2.1 Os tanques de armazenamento com viabilidade técnica para a instalação de sistemas de medição eletrônica são aqueles que possuem boca de visita, câmara de contenção de monitoramento eletrônico e que possuem linhas de conexão já instaladas, de modo a não ter que realizar obras de infraestrutura.

9.2.1.1 O sensor de monitoramento eletrônico de estoque deve ser instalado apenas em tanques subterrâneos que atendam à exigência constante do subitem 9.2.1 e que possuam paredes duplas, interstício, tubo de monitoramento e caixa de passagem para monitoramento de interstício.

Rocha Cerqueira

9.2.1.2 Os PRCs que necessitam de obras de infraestrutura para instalação de sistemas de medição eletrônica deverão promover a instalação destes equipamentos, quando da renovação de sua licença ambiental.

9.2.1.3 A substituição dos tanques subterrâneos deverá ser precedida de licença ou autorização ambiental e realizada por profissional da engenharia e empresa devidamente acreditada pelo Inmetro.

Sistema de recuperação de vapores

O Anexo VI também traz uma obrigação referente à instalação de sistema de recuperação de vapores (item 14.1).

Esse item é entendido com um sistema de captação de vapores, instalado nos bicos de abastecimento das bombas de combustíveis líquidos contendo benzeno, que direcione esses vapores para o tanque de combustível do próprio PRC ou para um equipamento de tratamento de vapores) entrará em vigor de acordo com o seguinte cronograma:

Ano de fabricação da bomba de combustívelData limite pra implantação do Sistema de Recuperação de Vapor
Até 201921 de setembro de 2031
Anterior a 201621 de setembro de 2028
Anterior a 201421 de setembro de 2027
Anterior a 201121 de setembro de 2026
Anterior a 200721 de setembro de 2024
Anterior a 200421 de setembro de 2022
Fonte: Anexo IV NR 20

⚠️ Confira também estes artigos relacionados 👇

➡️ Quais são os riscos ambientais no trabalho e como evitá-los?
➡️ NR 33 atualizada: o que você precisa saber
➡️ Acesse gratuitamente o Calendário Ambiental deste ano

Atividades que lidam com inflamáveis e combustíveis precisam ser acompanhadas de todos os protocolos de segurança para evitar o grande risco de acidentes relacionados à segurança e à saúde do trabalhados bem como aos riscos ambientais.

Trazemos então alguns pontos de atenção que os gestores devem observar ao incluir essa normativa na gestão de requisito legais e na análise dos Aspectos e Impactos, Perigos e Riscos que envolvem o trabalho com inflamáveis e combustíveis:

Análise de Riscos:

O empregador deve elaborar e documentar as análises de riscos das operações que envolvam processo ou processamento nas atividades de extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e de líquidos combustíveis em instalações classificadas nas classes I, II e III,

Em instalações classificadas nas classes II e III, as análises de riscos devem ser coordenadas por profissional habilitado, com perícia no assunto.

A Análise Preliminar de Perigos/Riscos (APP/APR) deve ser elaborada para instalações classe I.

Capacitações:

O empregador deve realizar e arcar com o custo de todas as capacitações indicadas pela NR 20:

  • Curso de Iniciação sobre Inflamáveis e Combustíveis;
  • Curso Básico;
  • Curso Intermediário;
  • Curso Avançado I;
  • Curso Avançado II;
  • Curso Específico.

Tais capacitações devem ocorrer durante o expediente normal da empresa.

É também necessário realizar curso de Atualização nas seguintes situações:

  • onde o histórico de acidentes e/ou incidentes assim o exigir;
  • em até 30 dias, quando ocorrer modificação significativa;
  • em até 45 dias, quando ocorrerem ferimentos em decorrência de explosão e/ou queimaduras de 2º ou 3º grau, que implicaram em necessidade de internação hospitalar;
  • em até 90 dias, quando ocorrer morte de trabalhador.

O que não pode faltar em um checklist para o atendimento dos requisitos legais?

Ao se tratar da Norma Regulamentadora nº 20 (NR 20), é essencial ter um checklist que considere, ao menos, os seguintes pontos:

  • Classificação das instalações: Verifique se as instalações foram classificadas corretamente de acordo com o Anexo 1 da NR 20.
  • Capacitação dos trabalhadores: Certifique-se de que todos os trabalhadores que interagem com inflamáveis e combustíveis estão devidamente treinados, conforme exigido pelo Anexo 2.
  • Procedimentos de emergência: Verifique se existem procedimentos de emergência adequados em vigor e se todos os trabalhadores estão cientes deles.
  • Inspeções regulares: Certifique-se de que as inspeções regulares estão sendo realizadas para identificar possíveis riscos.
  • Documentação: Verifique se toda a documentação necessária está completa e atualizada.

Esses itens são fundamentais para garantir a conformidade com a NR 20 e promover um ambiente de trabalho seguro para todos.

Relação da NR 20 com outras NRs:

A NR 20 e seus anexos devem ser utilizados para fins de prevenção e controle dos riscos no trabalho com inflamáveis e combustíveis.

Para caracterização de atividades ou operações insalubres ou perigosas, devem ser aplicadas as disposições previstas na NR 15 – atividades e operações insalubres e NR 16 – atividades e operações perigosas. 

Para finalizar, deixamos para você um quadro com destaques essenciais sobre a última atualização da Norma Regulamentadora do Trabalho – NR 20:

NR 20 Anexo VI

Como acompanhar o cumprimento da NR 20?

Monitorar do cumprimento da NR 20 e de outras Normas Regulamentadoras do Trabalho é essencial para garantir a conformidade legal das empresas e preservar a saúde e segurança dos trabalhadores. Para alcançar esse objetivo, é fundamental realizar uma gestão eficiente dos requisitos legais.

A gestão dos requisitos legais engloba a identificação, análise e acompanhamento das legislações pertinentes ao ambiente de trabalho, incluindo a NR 20. Essa prática permite que as empresas estejam atualizadas sobre suas obrigações legais, acompanhem as mudanças na legislação e implementem as melhores práticas para atender aos requisitos exigidos.

Nesse contexto, é vantajoso conhecer e utilizar o Qualifica NG, uma plataforma personalizada e abrangente que centraliza todas as informações relacionadas às normas em um único local.

Com o Qualifica NG, as empresas podem:

  • Identificar e aplicar apenas as normas que são relevantes para suas atividades específicas.
  • Centralizar todas as informações relacionadas às normas em uma única plataforma, facilitando o acompanhamento dos requisitos.
  • Receber alertas sobre eventuais alterações na legislação e manter um histórico de auditorias e ações corretivas.

A plataforma oferece um painel interativo com indicadores estratégicos, fornecendo uma visão clara sobre o que é realmente importante e priorizando as ações necessárias. Seja no âmbito estratégico, gerencial ou operacional, o Qualifica NG disponibiliza um painel completo com as principais informações, métricas e indicadores inteligentes para auxiliar na tomada de decisões e otimizar o desempenho da empresa.

Adicionalmente, a plataforma oferece recursos avançados de relatórios e análises, facilitando a tomada de decisões e demonstrando a conformidade legal, inclusive com certificações ISO e IRMA. Além disso, há um módulo exclusivo que permite o acesso a uma visão estratégica sobre a conformidade com a agenda ESG, auxiliando nas decisões relacionadas a aspectos ambientais, sociais e de governança, como:

  • Mapeamento de riscos e oportunidades para a organização.
  • Identificação de atividades em conformidade com a agenda estratégica da empresa.
  • Avaliação do nível de maturidade e necessidades da organização.
  • Utilização de dados para definir objetivos estratégicos e priorizar iniciativas relacionadas aos pilares ESG e ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU.

Aprimore a gestão dos requisitos legais em sua empresa, promova a segurança e saúde dos trabalhadores e fortaleça a reputação da sua organização. Entre em contato com nossos especialistas e solicite uma demonstração do Qualifica NG. Estamos à disposição para atendê-lo.

Conhecer o Qualifica NG
Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Solicite seu Calendário das Obrigações Ambientais

Preencha o formulário abaixo com seus dados e receba o calendário solicitado em seu endereço de e-mail.

    Possui ou busca qual(s) certificação(s)?

    Cargo/função na empresa

    Você deseja receber o Calendário de qual estado?

    Alagoas será enviado

    Bahia será enviado

    Ceará será enviado

    Espírito Santo será enviado

    Goiás será enviado

    Maranhão será enviado

    Mato Grosso será enviado

    Minas Gerais será enviado

    Pará será enviado

    Paraíba será enviado

    Pernambuco será enviado

    Rio de Janeiro será enviado

    Rio Grande do Norte será enviado

    Rio Grande do Sul será enviado

    Rondônia será enviado

    São Paulo será enviado

    Tocantins será enviado